quinta-feira, 1 de outubro de 2015

[RESENHA] - C.O.V.A - Centro de Treinamento para Vilania Aplicada



Informações:
ISBN-13: 9788501084576
ISBN-10: 8501084573
Ano: 2009 / Páginas: 256
Idioma: português
Editora: Galera Record







SINOPSE:

    Aqui, no Centro de Orientação para Vilania Aplicada, você terá a oportunidade de aprender tudo que é necessário para ter um futuro brilhante entre os grandes vilões da humanidade. Nossas instalações são completas, com guardas treinados, unidades de exercício ultramodernas, laboratórios de pesquisa, clubes de esgrima e de escalada, e estufas com as mais exóticas espécies vegetais. Protegidos em nossa localização secreta em uma ilha vulcânica tropical, vocês serão preparados para colocar em prática toda a vilania que suas mentes brilhantes são capazes de planejar. Procuramos os mais atléticos, mais inteligentes, mais espertos: a elite dos vilões. Se você se encaixa neste perfil, não nos procure. Nós iremos encontrar você...


_____________***______________




    De todas as leituras que eu já li em minha vida, acredito que a do C.O.V.A foi a mais peculiar. Ganhei esse livro da Carol Feng, como presente de aniversário no ano passado. E ficou lá na estande de casa aguardando eu pegá-lo para ler.

    Quando comecei a ler C.O.V.A achei um tanto quanto confuso a abordagem do tema que o autor apresentava. Walden criou um universo com morais e intuitos invertidos, onde no Centro de Orientação para Vilania Aplicada, você ser vilão é hereditário, ser mau é dever, e acabar com o mundo é um ideial.

    Diferente não? Sim, exato, muito peculiar.

   O livro não me instigou muito, e o plot que rege a história poderia ser trabalhado melhor. Otto Malpense, o personagem principal é um desses adolescentes super gênios e mora em um orfanato da cidade. Não sabe quem são seus pais e como sempre tem problemas com outros adolescentes no orfanato.

  Até aí é uma história normal, mas quando o orfanato sofre a ameaça de ser fechado por faltas de verbas da prefeitura, Malpense simplesmente encarna o doutor supremo da tecnologia e em questão de pouco tempo constrói equipamentos e planos em pouco tempo. E foi aí que o autor pecou feio, pois não há uma evolução bem aproveitada do personagem, simplesmente parece que ele vira um super gênio e fim.

   A narrativa não é ruim, mas todas as ideias colocadas pelo autor parecem mal aproveitadas e o ambiente criado do Centro de Orientação tem algumas pontas soltas. O autor criou um ambiente escolar bem diferente. Alguns professores realmente ganharam minha afeição e muitas aulas que acontecem durante a história são bem interessantes.




CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO:


a) Arte da capa:

Capa não é linda, mas não é toda horrivel. Poderia ter sido melhor trabalhada em suas periferias, pois deu um ar de jogado. Se comparada as capas internacionais, aí a coisa fica feia, pois são extremamentes sensacionais, não entendo o porque de terem mudado. 


b) Trama:

     A trama de Walden é interessante, mas poderia ter sido trabalhada muito melhor. A escrita dele, embora não seja tão rápida, não chega a ser cansativa, mas há pontos muito fracos. O que Walden mais pecou foi na apresentação do climax e sua resolução, que se deu praticamente nas últimas 40 páginas do livro.
     E o pior, terminei o livro com a sensação de estar estar faltando páginas. Para onde foi parar o Final? Embora a obra faça parte de uma série, o autor deveria ter fechado melhor os conflitos trabalhados a fim de proporcionar uma sensação mais agradável ao leitor,


c) Caracterização dos personagens:

   Os personagens de Walden são bem interessantes. Gostei da maioria deles, mas apenas a construção da evolução de Malpense, personagem principal, para mim não convenceu. Acredito que o autor deveria ter dado mais tempo na narrativa, endosado mais seu personagem para não parecer tão forçado.
    Do resto todos os outros são bem trabalhados e se mostram mais interessantes que o personagem principal.


d) Qualidade do livro (papel, letra, erros e etc.):

A qualidade do livro é boa e a Record pecou apenas um pouquinho na diagramação. O trabalho de revisão está ótimo e de Tradução pelo Danilo Carvalho acredito ter sido muito bom, pois não me deixou irritado com termos estranhos e que a tradução poderia ter pecado feio.


e) Comparação com outras obras do gênero:

Admito que nunca li nada que se pareça com o livro do Walden no quesito gênero principal. Mas na pegada de ação misturada com aventura YA, precisa melhorar um pouco.



NOTA: 3,7



Licença Creative Commons
[RESENHA] - C.O.V.A - Centro de Treinamento para Vilania Aplicada de Moisés Suhet está licenciado com uma Licença Creative Commons - Atribuição-NãoComercial-CompartilhaIgual 4.0 Internacional.
Podem estar disponíveis autorizações adicionais às concedidas no âmbito desta licença em http://edensaga.blogspot.com.br/.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postagens populares