segunda-feira, 18 de fevereiro de 2013

[RESENHA] - Romeu Imortal

Informações:
Edição: 1
Editora: Novo Conceito
ISBN: 9788581630052
Ano: 2012
Páginas: 320
Skoob: [LINK AQUI]



Sinopse: Amaldiçoado a viver por toda a eternidade em seu espectro, Romeu, conhecido por seus modos rudes e assassinos, recebe uma chance de se redimir viajando de volta no tempo para salvar a vida de Ariel Dragland. Sem saber, Ariel é importante para os dois lados, os Mercenários e os Embaixadores, e tem o destino do mundo nas mãos. Romeu deve ganhar seu coração e fazê-la acreditar no amor, levando-a contra seu potencial obscuro antes de ser descoberto pelos Mercenários. Enquanto sua sedução se inicia como outra mentira, logo ela se torna sua única verdade. Romeu jura proteger Ariel de todo o mal, e fazer qualquer coisa que for preciso para ganhar seu coração e sua alma. Mas quando Ariel se decepciona com ele, ela fica vulnerável à manipulação dos Mercenários, e sua escuridão interna poderá separá-los para sempre.


Romeu Imortal é continuação do livro Julieta Imortal da autora Stacey Jay, lançado pela editora Novo Conceito. A série é uma releitura sobrenatural da clássica tragédia de William Shakespeare. Em Romeu Imortal acompanhamos a história do personagem-título, que após séculos e séculos envolvido com os Mercenários, recebe uma segunda chance, para se redimir de todos os seus erros e crimes. Romeu é enviado para o corpo de Dylan em outra dimensão e como objetivo ele tem que fazer Ariel Dragland acreditar no amor antes que os Mercenários cheguem a ela. Disposto a fazer Arial acreditar no amor, Romeu começa seu jogo de charme, mas algo que ele não esperava acontece, ele se apaixona por Ariel. Mas Romeu não pode deixar escapar a chance de se redimir e ele só tem três dias para isso.

Como em Julieta Imortal, Romeu Imortal também é narrado sobre vários pontos de vista. Durante a leitura descobrimos muitos segredos, mistérios, morte, traição, fora um romance doce.

Os meus capítulos preferidos são os narrados por Romeu que mostra ser uma pessoa de bom coração e boa índole (ao contrario do primeiro livro) e os mais chatos e maçantes são os narrados por Ariel que como na maioria das mocinhas é insegura e ingênua, e é claro, a excluída. Também não gostei da Julieta. A garota cheia de espírito guerreiro e corajosa, que vimos no primeiro livro, se torna uma garota frágil, chata e cansativa, mesmo aparecendo pouco.

Adorei a forma como a Stacey trabalhou os sentidos e os sentimentos de Romeu ao poder sentir o tato, o olfato e o paladar depois de mais de 700 anos sem poder, chega a ser cômico em algumas partes. Outra coisa que apreciei muito foi ver a verdadeira Ariel, mesmo ela sendo meio insossa, já que no primeiro livro ela é o tempo todo sendo a casca da Julieta.

A leitura em dados momentos perdeu um pouco o foco e por vezes ficou cansativa. Os personagens ficam muito confusos em determinados trechos, onde não dá pra saber o que realmente querem. E também há as viagens entre o passado e futuro e as varias realidades alternativas, que para leitores menos atentos ficam ainda mais confusos. Mas o mais importante para mim nesta história é a reestruturação, a transformação da tragédia de William Shakespeare em algo mais palpável e contemporâneo e isso definitivamente a autora conseguiu.

O final obviamente é clichê, não há duvidas, mas aceitável e com certas surpresas para quem gosta de uma bela história de amor. Recomendo, mas antes leiam Julieta Imortal, para não ficarem perdidos na história de Romeu Imortal (Não gostei desta tradução. A tradução do título original ficaria muito melhor. Algo como "Romeu Redimido" se encaixaria muito melhor na história).



Critérios de Avaliação

a) Arte da Capa:
A capa é belíssima. A cena é bem romântica e remete bem a redenção pelo amor. O titulo relevo é algo que atrai a atenção.


b) Trama:
A ideia central é interessante, apesar de em trechos se perder um pouco. Se comparado ao primeiro da série, é bem fraca.


c) Caracterização dos Personagens:
A autora soube trabalhar bem as mudanças em Romeu, mas pecou muito em relação às garotas, com exceção da Gemma, que também foi mudada para melhor e está mais carismática nessa continuação.


d) Qualidade do Livro (papel, letra, erros, etc.)
A diagramação e a revisão estão ótimas. O papel é liso e de um branco mais fosco, quase creme o que facilita a leitura por não irritar.


e) Comparação com outras obras do Gênero:
Romeu Imortal é uma boa história Young Adults, um ótimo entretenimento baseada num clássico da literatura mundial.

Nota: 3,5

5 comentários:

  1. Estou com esse livro para ler mas ainda não o fiz, porque quero ler a Julieta Imortal primeiro. e eles estão aguardando a vez da leitura. Já li muitas resenhas e comentários sobre o livro e todos elogiam muito. Gostei da resenha.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. O livro em si é muito bom, mas comparado ao Julieta Imortal achei meio fraco. Mas, dá pra se divertir muito com ele. Acho que você gostar.
      Abraços

      Excluir
  2. Posso dizer que o livro é muito bom, tanto esse como o primeiro, mas não consegui entender muito bem esse negocio de Mercenários e Embaixadores, mas não afeta muito a estória.

    Beijos
    @pocketlibro
    http://pocketlibro.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Verdade, eles deixam um pouco confuso sobre os Mercenarios e os Embaixadores. Principalmente nesse segundo onde nem tudo o que pensavamos que era tava certo.
      Gostei de resenhar esse livro.
      Abraços

      Excluir
  3. Eu ansiei muito por este livro e eu gostei mais de ''romeu Imortal'' do que o de ''Julieta Imortal'' a história me comoveu,me emocionou.. A escritora me surpreendeu muito, a personagem também. Não tenho muito o que dizer a não ser que o livro é perfeito e eu eu aconselho a quem não leu, ler.

    ResponderExcluir

Postagens populares