segunda-feira, 4 de fevereiro de 2013

[RESENHA] - Corações Entrelaçados

Informações:
Edição: 1
Editora: Andross
ISBN: 9788599267707
Ano: 2013
Páginas: 224
Skoob: [LINK AQUI]



Sinopse: Muitos dizem saber o que é o amor, mas quantos podem ter essa certeza? Um sentimento que todos buscam e tanto temem. Corações Entrelaçados traz histórias que mostram infinitas manifestações do amor e tudo o que ele pode nos causar. Algo que pode ser salvação, mas também ruína.


 
Conheci a antologia conversando com meu chefinho Suhet e com o Schulai e me surpreendi por estar no lançamento. Certo, pode me chamar de desligada ou coisas do gênero, mas novamente eu caio de paraquedas nesses eventos. Mas, foi muito bom, pois pude conhecer alguns dos autores.

Corações Entrelaçados – Contos de Amor é uma antologia composta por 41 contos que dão destaque a um dos, senão o maior, sentimento por qual tanto procuramos: o amor.

A apresentação me fez parar pra pensar que realmente não tinha visto uma coletânea abordando simplesmente o amor romântico. O que por si só já é incrível, já que é um tema tão abordado nos livros.

Antes de começar a ler os contos, pulei para o final do livro curiosa com a biografia dos 42 autores envolvidos nessa antologia e fiquei ainda mais curiosa ao ver que pra muitos ali essa é a primeira publicação.

A cada conto é possível viajar pelas diversas visões do amor que cada autor nos apresenta em diversas situações e cenário. O mais fascinante é ver toda essa variedade, ver amores que deram certo, outros que apenas marcaram as vida e depois sumiram, o que faz parte do cotidiano de todos nós. Isso deixou o livro tão verossímil e crível.

Impossível não se surpreender com alguns finais. Um dos contos que mais me chamou a atenção nesse quesito foi “Único e Interminável Amor” de Claudio Moraisito, um conto que teve uma gigantesca reviravolta.

Há muitos contos de fazer chorar como “Chuva de Novembro” do Leandro Schulai, “Primeiro e Ultimo Olhar” do Douglas Ostruka e “A Visão do Amor” do Sandro Honorato. Há os que conseguem arrancar boas risadas como o “Radio Pirata” do Davi Paiva. E isso gera aquela montanha-russa emocional que tanto aprecio ao ler uma antologia.

Até chegar ao ultimo dos contos foi uma verdadeira viagem, atiçando diversos sentimentos. Algumas vezes sendo tranquilo, outras abordando as obscuridades e a decadência dos relacionamentos apesar de todo o sentimento envolvido. Adorei o clima do livro, foram textos muito bem selecionados. Corações Entrelaçados é um daqueles livros que valem a pena a cada segundo da leitura.



Critérios De Avaliação:

a) Arte da capa:

A capa de Marina Avila é muito bonita. A imagem de dois corações trespassados por um cordão me fez pensar em duas almas ligadas pelo destino, algo bem romântico e que combina perfeitamente com o clima dessa antologia.

b) Trama:
O enredo da maioria dos contos é muito bem trabalhada. Alguns são bem intensos fazendo com que haja aquela vontade de que fosse uma historia mais longa, outros são doces e meigos e outros trazem aquela dor de um coração partido.

c) Caracterização dos personagens:
É uma grande variedade. Há desde o aquele que se apaixonou na infância, até idosos. Há todas as opções sexuais, sem preconceitos,

d) Qualidade do livro (papel, letra, erros, etc.):
O livro tem uma qualidade ótima, as páginas são brancas, mesmo não sendo opaco não chega a incomodar durante a leitura. A revisão está muito boa. E a diagramação está realmente muito boa com letras médias e bem espaço, o que facilita a leitura.

e) Comparação com outras obras do gênero:
Corações Entrelaçados está longe de ser algo meloso, ele trata o amor em sua essência, mostrando a cada conto vários pontos de vista sobre esse sentimento. E o principal, não mostra só as rosas, mas os espinhos que vem juntos.

Nota: 4,5


Um comentário:

  1. Olá :)
    Como vai?
    Bom,ficou bem legal sua resenha *----*
    E muito obrigado por citar meu conto :)
    Fico feliz com suas palavras :)

    Beijos e cuide-se
    Rimas Do Preto

    ResponderExcluir

Postagens populares